segunda-feira, 17 de maio de 2010

Animais ajudam na melhora de pacientes internados

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Loyola, em Chicago, a presença de animais contribui para a recuperação de pacientes. As pesquisas mostram que acariciar um cachorro pode diminuir em 50% o uso de analgésicos nos tratamentos.

Outros estudos já apontavam a contribuição dos pets no combate ao estresse. Donos de animais apresentaram frequência cardíaca e pressão arterial significativamente menor, comparados a quem não tinha uma criação.

As crianças também são grandes beneficiadas com a presença dos bichinhos, pois desenvolvem melhor exercício motor e desde cedo entendem o que é o companheirismo. O bebê exercita a coordenação motora fina ao ter de controlar sua força para brincar com um cachorro, gato ou coelho. Pratica também a marcha ao engatinhar, ou tentar andar atrás do animal.

Segundo a veterinária e tutora do Portal Educação, Danielle Pereira, é aconselhável que a criança cresça compartilhando seu espaço com alguma criação. “O animalzinho de estimação é sempre um grande amigo para os nossos filhos e proporciona momentos de muita diversão”, diz a tutora.
Pantanal News

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir