quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Grupo promove feira para incentivar adoção de animais em Manaus

]Raquel Gaia foi uma das veterinárias a ajudar no tratamento dos cães.









Serão 60 animais, adultos e filhotes, prontos para adoção, já castrados, vermifugados e vacinados. Terá a venda de camisetas e adesivos do grupo, bazar e café da manhã.

Manaus - O grupo de Proteção Adoção e Tratamento Animal (P.A.T.A.) está promovendo a I Feira de Adoção de Animais, no próximo sábado, a partir das 8h, no Shopping da Natureza localizado na Rua Visconde de Santa Cruz, 49, Parque da Laranjeiras, próximo ao condomínio São Judas Tadeu.

Serão 60 animais, adultos e filhotes, prontos para adoção, já castrados, vermifugados e vacinados. Terá a venda de camisetas e adesivos do grupo, bazar e café da manhã.

A Feira tem como propósito arrecadar lucros para o tratamento e vacinas dos animais resgatados pelos voluntários. Parte do dinheiro será investido em um abrigo próprio, pois o grupo ainda trabalha com lares provisórios.

As pessoas que adquirirem animais durante a feira assinarão um termo de posse responsável, garantindo que o animal terá todos os cuidados necessários. O grupo fará visitas de acompanhamento para comprovar se o animal está bem em seu novo lar.

Aqueles que não podem adotar um animalzinho, terão a oportunidade de apadrinhá-lo. Janaína Bandeira, voluntária do grupo, explica que há muitos animais do grupo precisando de tratamento nas clínicas veterinárias e que contam com a ajuda dos padrinhos. "A pessoa que se compadecer, poderá ajudar com parte ou o tratamento desses animais, com ração ou até mesmo visitas.", ressalta.

O P.A.T.A. precisa de ajuda com ração para filhotes, comedouros e coleiras. Quem se interessar em ajudar pode entrar em contato com o grupo através do e-mail: patamanaus@gmail.com.

Lei de posse e criação

No dia 24 de agosto, foi aprovada na Câmara Municipal de Manaus, a lei que disciplina a criação, propriedade, posse, guarda, uso e transporte de cães e gatos no Município, defendendo as condições adequadas de alojamento, alimentação, saúde, higiene e bem-estar ao animal.

A Lei Nº 1.590 foi proposta pelo vereador Wilson Lira, prevê que todos os cães e gatos devem ser registrados no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) ou em clínicas veterinárias credenciadas. A lei previne, também, sobre multa em casos de maus tratos e obriga os donos a vacinar seu animal contra a raiva.

Fonte: D24am

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir