quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Estudo lista as 25 tartarugas mais ameaçadas

Um relatório, da Wildlife Conservation Society (WCS) junto com a Turtle Conservation Coalition, listou as 25 espécies de tartaruga no mundo mais ameaçadas - algumas com menos de 5 exemplares.

Brian D. Horne/Wildlife Conservation Society
Brian D. Horne/Wildlife Conservation Society
Dezessete das 25 espécies são da Ásia, como a tartaruga do casco de estrela da Brimânia

Dizimadas pela caça ilegal, tanto para servir de comida como no comércio de animais de estimação, junto com a perda do habitat, muitas espécies de tartarugas se extinguirão na próxima década, a menos que medidas drásticas de conservação sejam tomadas de acordo com o relatório, que foi divulgado em um workshop regional organizado pela Wildlife Reserves Singapore e WCS. Dezessete das 25 espécies são encontradas na Ásia, três na América do Sul, três na África, uma na Austrália, e uma na América Central e México.

A lista inclui a "Solitário George"- a única tartaruga gigante remanescente da Ilha Abdington. Embora ainda haja discordância científica sobre se ela é uma espécie reconhecida ou uma subespécie de tartaruga de Galápagos, todos concordam que ela é a última de sua espécie. Outra espécie em perigo é a tartaruga gigante da casca mole de Yangtzé, com apenas quatro indivíduos conhecidos. Veterinários da Wildlife Conservation Society têm trabalhado com funcionários chineses e outros parceiros para criar os últimos pares conhecidos dessas tartarugas gigantes, que atualmente residem no Zoológico de Suzhou, na China.

A caça ilegal de tartarugas na Ásia, para alimentação, comércio e medicamentos tradicionais, é um problema singular, diz o relatório. "As tartarugas estão sendo caçados por toda a Ásia de forma insustentável", disse o coautor Brian D. Horne, da Wildlife Conservation Society. "Todas as espécies de tartaruga e cágado na Ásia estão sendo impactadas de alguma forma pelo tráfico internacional de tartarugas e produtos derivados. Em apenas um mercado em Dhaka, Bangladesh, vimos cerca de 100 mil tartarugas sendo massacradas para consumo durante um feriado religioso, e nós sabemos de pelo menos três outros mercados como este dentro da cidade."

Liz Bennett, vice-presidente do Programa de Espécies da WCS, disse: "Tartarugas são maravilhosamente adaptadas para se defenderem contra predadores ao esconderem-se em suas cascas, mas este mecanismo de defesa não funciona contra a caça humana organizada e em grande escala. O fato é que as tartarugas estão sendo retiradas de cada canto e recanto da Ásia e além."

O relatório diz que melhor aplicação das leis comerciais existentes, a proteção de hábitats e criação em cativeiro são as chaves para impedir que as espécies de tartarugas sejam extintas ao mesmo tempo em que reforçam as populações existentes.


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir