segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Estudantes escolhem nome para tartaruga albina nascida em centro de preservação, no Amazonas


O animal nasceu há três anos no Centro de Preservação e Pesquisa de Quelônios Aquáticos de Balbina (Foto: Portal Amazônia)
Um grupo de estudantes holandeses e alunos da rede pública de ensino participaram nesta semana do concurso socioambiental para a escolha do nome da tartaruga albina da Amazônia nascida em Presidente Figueiredo, interior do Amazonas.

A tartaruga albina recebeu o nome de Nevina, dado pelo estudante José Baracho. O animal nasceu há três anos no Centro de Preservação e Pesquisa de Quelônios Aquáticos de Balbina.

De acordo com o professor Martin Krol, os estudantes holandeses estavam no município para visitar a hidrelétrica da cidade e foram convidados a participar do concurso. No município, os acadêmicos navegaram no rio Uatumã e conheceram o funcionamento da usina.

Segundo a coordenadora do Centro de Preservação e Pesquisa, Stella Maris Lazarini, o concurso para a escolha do nome do quelônio albino teve a participação de 30 alunos da escola de Balbina, localizada na comunidade São Miguel, além dos estudantes estrangeiros.

Criado há 12 anos, o Centro de Preservação e Pesquisa de Quelônios tem o objetivo de proteger e monitorar os animais e as áreas de reprodução de quelônios no rio Uatumã.

Fonte: Portal Amazônia

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir