sábado, 1 de maio de 2010

Uma aventura na África

O continente reserva um roteiro turístico inesquecível para quem procura aventura e paisagens repletas de vida selvagem

Transitar em terras com animais selvagens como leões, leopardos e elefantes. Esse é o espírito de quem faz um safári pela África. Embora muitos acreditem que a verdadeira expedição aventureira aconteça só na África do Sul, Quênia e Tanzânia, em todo continente africano é possível desbravar um inesquecível roteiro. A começar pelo Parque Nacional Kruger, na província de Limpopo, fronteira com Moçambique. Conhecido por sua rica vida animal, o local tem uma das maiores reservas de mamíferos selvagens do mundo.


Espécies raras

Foto: Divulgação

O parque contabiliza cerca de 140 espécies, incluindo os big five (leão, leopardo, búfalo, elefante e rinoceronte), os ruminantes (girafa, zebra, gnu, impala e outras espécies de antílopes), além de mais de 500 tipos de pássaros, 114 espécies de répteis, 49 de peixes (nos rios Sandy e Sabie) e 33 de anfíbios. A flora também tem lugar de destaque, com suas 23 mil espécies de plantas. Toda a área é protegida pelo governo sul-africano e possui infraestrutura completa, com estradas asfaltadas, aeroporto, pousadas, restaurantes e o conforto das reservas privadas.


Ao Sul da reserva, há cachorros selvagens ameaçados de extinção, zebras e girafas. No extremo Norte, encontram-se sítios arqueológicos e históricos, como o de Masorini e o de Thulamela, que oferecem aos visitantes uma perspectiva de vida das antigas culturas da Idade do Aço. Pela agência paulista Teresa Perez Tour, roteiros personalizados de 10 dias no país, incluem dois dias no The Palace, em Sun City, outros três dias desfrutando os safáris no Kruger Park com orientação de rangers especializados em vida animal e na preservação da natureza, e mais três dias na Cidade do Cabo e dois dias em Joanesburgo.


Copa do Mundo

Além dos safáris e das belas cascatas, a África do Sul conta com um atrativo a mais para os turistas este ano: a Copa do Mundo de futebol, que começa no dia 9 de junho. Em sua 19ª edição, o campeonato estreia em continente africano, que construiu cinco novos estádios de futebol – fato recente na África do Sul, uma vez que o antigo governo do apartheid só permitia a construção de estádios exclusivamente para o rúgbi e críquete.


O mascote do mais importante evento esportivo mundial é o leopardo Zakumi, cujo nome é formado por “ZA”, abreviação de África do Sul, e “Kumi”, que significa dez, o ano da Copa। São 32 seleções participantes, divididas em oito grupos em chaves de A a F, contendo quatro países cada. Nove cidades sul-africanas receberão os jogos da Copa: Bloemfontein, Cidade do Cabo, Durban, a capital Joanesburgo, Nelspruit, Polokwane, Porto Elizabeth, Pretória e Rustenburgo.

Fonte: MaisComunidade.com

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir