sexta-feira, 2 de abril de 2010

Ovos de Páscoa para cachorros fazem sucesso nas pet shops

caozinhodapascoa.gif image by mundobizarro
Mesmo com o cacau vetado para o consumidor alvo, os ovos de Páscoa para cachorros estão vendendo bem. Mais do que isso: esgotaram em algumas pets da Zona Sul do Rio.

De olho no faturamento da Semana Santa, vários fabricantes criaram nos ovos presentinhos para os bichos, que podem trazer surpresas como ossinhos recheados. Os ovos são feitos de compostos, que levam soja, amido, gordura hidrogenada, aromatizantes, entre outros.

Há sabores variados - waffer, crocante e banana, por exemplo - e embalagens laminadas, que parecem feitas para o consumo de humanos.

Julius Kaeser, administrador da Vipdog, empresa que produz alimento para pets, explica que a ingestão de cacau pelos cachorros pode ser letal. Segundo ele, o cacau possui uma substância chamada theobromina, que afeta diretamente o sistema nervoso dos caninos.

“O mais grave na theobromina é que ela é cumulativa, isto é, os cães não expelem este material. Por isto se desaconselha dar qualquer chocolate humano para os bichinhos, por mais que eles peçam”, relatou Kaeser.

Ovos variam de R$6 a R$40

Os ovos de Páscoa para cães custam de R$ 6 a R$ 40 e são encontrados em supermercados e em lojas especializadas para cães e gatos. Em algumas pet shops da Zona Sul do Rio, as vendas dos ovos superaram a expectativa e o estoque precisou ser reforçado.

Na loja Pet Golden, na Gávea, os ovos acabaram no início da semana. Para não deixar nenhum cão com água na boca, o funcionário Leandro Barros contou que a gerência aguarda a chegada de mais unidades nas próximas horas.

Na Pet in Rio, na Lagoa, também na Zona Sul, os ovos de páscoa em formato de osso também sumiram das prateleiras. A gerente do estabelecimento Verá Lúcia Almeida explicou que está com dificuldades de encontrar o produto devido à enorme procura.

Cheiro e cor de chocolate

Apesar de não levarem cacau e nem açúcar, os produtores garantem que o cheiro e a cor são idênticos ao de um legítimo chocolate.

A carioca Lícia Ferraz já garantiu algumas unidades dos ovos para a sua cachorrinha Olívia, da raça whipet .

"Por considerar a Olivia membro da minha família, acho justo presenteá-la com um ovo de páscoa específico, já que ela só se alimenta de ração. É um agrado em retribuição a todo carinho e alegria que ela nos proporciona", disse Lícia.

A estudante de pedagogia Giselle Barreiros conta que costuma agradar sua cadelinha Mayh, da raça yorkshire, com refeições típicas de festas tradicionais. No Natal, o bichinho foi contemplado com um panetone e na Páscoa vai receber vários ovos de "chocolate" para caninos.

“A Mayh adora os ovos caninos. Inclusive meu namorado para agradá-la sempre compra ossinhos de chocolate e coisas do gênero”, disse Giselle.

Cachorros ´chocólatras´

A professora de inglês Vanessa Vianna também vai presentear os seus nove cães com o mimo. A surpresa que estava reservada para a sobremesa do almoço do próximo domingo (4) teve que ser antecipada. Segundo Vanessa, seus cachorros são "chocólatras assumidos" e não resistiram aos ovos.

“Quando eu cheguei em casa com a sacola, eles já foram direto abrindo e devorando. É uma sensação muito boa presentear um bichinho que você tem como um filho. A alegria deles com o chocolate não tem preço, é comparável com a de uma criança que acaba de receber um ovo de páscoa”, disse Vanessa.

Raphael Nobre, diretor comercial da Chocodog, empresa especializada em chocolates para cães, comemora o aumento das vendas dos ovos de páscoa para os animais.

“A cada ano que passa, as vendas e a procura por ovos de páscoa aumentam। Acho que agora as pessoas já incluem em sua lista de presenteados na Páscoa os cachorros, sejam de amigos, parentes e vizinhos”, observou Raphael.
Fonte:Gazeta de Alagoas

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir