domingo, 14 de novembro de 2010

Expulsos pelo desmatamento e pelos predadores, pássaros migram para a zona urbana de Ribeirão Preto (SP)

Foto:F.L.Piton/ A Cidade

O polícia-inglesa-do-sul acaba de chegar. Originário do extremo Sul, foi visto no entorno do aeroporto Leite Lopes, esta semana. O polícia-inglesa-do-sul é mais um passarinho que até bem pouco tempo só podia ser visto ou ouvido na zona rural. Agora, ele faz parte do bando que vem povoando árvores e fazendo ninhos na zona urbana de Ribeirão Preto.

Essa fauna alada é muito variada. A cada dia ganha novos exemplares. São pombas asa-branca e margosinhas, periquitos e maritacas (vistos em bandos no cruzamento da 9 de Julho com a Presidente Vargas, na zona Sul), carcarás, tucanos, bem-te-vis, sabiás-poca, sabiás-do-campo, sanhaços, cambacicas, anus-brancos, anus- pretos e beija-flores rabo-de-tesoura ou besourinho-do-rabo vermelho.

Foto:F.L.Piton/ A Cidade

São aves que conseguem sobreviver em ambientes não florestais, diz a bióloga Ana Carla Aquino, técnica do Laboratório de Zoologia de Vertebrados do Departamento de Biologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP-RP.
Segundo ela, as cidades são classificadas como ambientes não florestais, com algumas árvores dispostas de forma esparsa. Mas, ao mesmo tempo, oferecem grandes vantagens: têm muitas opções de alimento (restos de comida, entre eles) e são seguras quanto à presença de predadores, a maioria deles restrita a ambientes florestais.

Fonte: Jornal A Cidade

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir