sábado, 27 de fevereiro de 2010

Punição ao criminoso que arrastou o pit bull - Assine a petição

Fernanda Nogueira

Agência Anhanguera de Notícias

Um pit bull morreu no dia (22/02) no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Campinas após ter sido resgatado com ferimentos pelo corpo em uma passarela de pedestres no Km 105 da Via Anhanguera, na altura do bairro Nova Aparecida. O animal foi abandonado por volta das 9h sobre a passarela por um motociclista que chegou ao local com o cão amarrado em uma corda e sendo obrigado a correr ao lado do veículo.

A cena foi testemunhada por pessoas que trabalham na região e por outras que passavam pelo local. Ele (motociclista) veio puxando o cachorro e parou em frente ao posto. O cachorro estava muito cansado e tentou deitar, mas ele não deixou e arrastou o animal até a passarela”, disse uma das testemunhas. Indagado pelas pessoas sobre o motivo que o levou a tratar o pit bull daquela forma, o motociclista, que estava em uma CG 150 e permaneceu com o capacete o tempo todo, afirmou que havia sido pago para dar um fim no cachorro”. Após abandonar o cão, o homem fugiu do local.

O pit bull tinha ferimentos nas patas, unhas, coxas, cauda e região abdominal, estava ofegante e espumava pela boca. O animal ficou cerca de 30 minutos na passarela até o resgate do CCZ. Ao centro de zoonoses chegou debilitado, com as mucosas e a língua roxa, com dificuldade para respirar e a temperatura do corpo muito elevada, morrendo de hemorragia pulmonar devido ao esforço excessivo, segundo a médica-veterinária do CCZ, Marisa Denardi. Recebemos pit bulls vítimas de maus-tratos, mas casos com tanta crueldade como esse são incomuns, disse a veterinária.

Assine a petição para punição máxima do criminoso:

http://www.peticaopublica.com/?pi=P2010N1427

Um comentário:

Leticia disse...

A punição máxima é o mínimo! Qualquer punição é pouco para tamanha crueldade...

Minha assinatura é a de número 7096.

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir