segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Pacífico mais quente pode ter matado 200 leões-marinhos

Foto: Reprodução/Jornal DIA DIA

Foto: Reprodução/Jornal DIA DIA

Mais de 200 leões-marinhos apareceram mortos neste fim de semana na região de Punta Patache, a 1.700 quilômetros do norte de Santiago, Chile. A área fica nas cercanias do porto de Iquique.

Segundo o governo chileno, o fenômeno El Niño - aquecimento cíclico natural das águas superficiais do oceano Pacífico - pode ser o responsável pelo desequilíbrio ecológico no país. Grande parte dos animais mortos são filhotes.

Provavelmente, por causa das águas mais quentes, as mães das crias tiveram que ficar mais tempo no mar atrás de comida. A vida marinha costuma fugir do calor. Os jovens leões-marinhos, portanto, podem ter morrido de fome.

Grupos ambientalistas regionais apontam uma outra possível causa para o desequilíbrio: a poluição. No local, existe uma indústria de molibdênio, uma termoelétrica e algumas mineradoras.

No ano passado, por causa também do aumento anormal da temperatura das águas do Atlântico, ocorreu uma migração inédita de pinguins pela costa do Brasil. Os cientistas associaram o fenômeno diretamente ao aquecimento global.

Fonte: Jornal DIA DIA

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir