domingo, 5 de julho de 2009

Leão maltratado em circo está no CRAS


A PMA (Polícia Militar Ambiental) informou há pouco que o leão Alex, descoberto ilegalmente em um circo na cidade de São Gabriel do Oeste (MS), deve ficar no CRAS (Centro de Recuperação de Animais Silvestres), no Parque dos Poderes, em Campo Grande (MS), até conseguir uma vaga em zoológico.
Os maus tratos são visíveis. O leão estava em uma jaula de apenas oito metros quadrados, sem as garras e os dentes caninos. O animal também estava abatido e segundo informações da Polícia Militar Ambiental, há dois dias Alex tem diarréia.
No circo, o rei dos animais tinha o nome de Maradona. Mas, na cidade acabou sendo batizado como Alex [alusão ao leão super-disciplinado de Madagascar]. Com 8 anos de idade o animal adulto já não mais poderá ser inserido em seu habitat natural, na África, pois o convívio com os humanos durante o trabalho circense já o tornou frágil para sobreviver longe do cuidado do homem.
Após a denúncia, ele foi removido num caminhão boiadeiro. O circo, na Rua Paraná, chamou a atenção por conta da presença do exótico animal. Segundo informou ontem o site da região, Idest.com.br, foi preciso que as grades da jaula fossem cerradas para que o animal saltasse para o caminhão.
O dono do circo, Waldemir Alves Teixeira, recebeu multa no valor de R$ 2,5 mil por ter cometido duas infrações (maus tratos e por apresentar o animal em público no circo), antes disso, na última semana, Teixeira já tinha sido multado em R$ 3.980, também por apresentar o animal em público em Rio Verde. No entanto, o animal não foi apreendido na cidade da região Norte.
Providências quanto ao crime ambiental foram tomadas pelas Policias Rodoviária Federal, Policia Ambiental e o Ibama.
Uma lei estadual aprovada em fevereiro, proíbe a exibição de animais nos circos do Estado. O descumprimento da Lei, apresentada deputado estadual Paulo Duarte (PT), implica em multa de 1 mil a 10 mil Uferms, por apresentação, considerando a quantidade de animais e suas condições de vida, bem como a reincidência da infração.
*com informações do Midiamax News

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Receita da semana

Vídeo da Semana

Comercial do Mês

Vamos Refletir